sexta-feira, 15 de junho de 2018

El Fantasma de La Libertad - O Fantasma da Liberdade: o medo da liberdade do outro

Artigo escrito pela Psicóloga Fernanda Guimarães e pelo Especialista em Sociologia Roberto Guimarães.


AVISO: o texto abaixo contém SPOILERS.

O Fantasma da Liberdade é um filme apresentado como uma série de episódios inusitados, às vezes interligados, outras vezes desconexos. O tema central é a liberdade. Em cada evento, os efeitos de uma sociedade “livre” são extrapolados e causam, frequentemente, estranheza ao espectador.
A reunião em família ao redor da mesa já não acontece para compartilhar as refeições. No lugar de cadeiras, vasos sanitários que cada membro se utiliza para defecar em conjunto. Um grupo de Freis já não se comporta de acordo com a solenidade esperada de um representante religioso. O jogo, a bebida e a fornicação são partes da vida destes indivíduos dedicados a Deus. Um casal composto por uma senhora com idade bastante avançada em relação à de seu cônjuge já não tem na figura mais velha a referência de experiência. Na cama, o jovem é o responsável por orientar para o ato sexual a idosa virgem.
Com facilidade, as cenas vão gerando incômodo no espectador – talvez na época do lançamento tenham resultado em mais do que isso. Mas o que incomoda tanto se as situações são consentidas e acontecem dentro da legalidade, ao menos aquelas que são verossímeis?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Filmes e Séries: www.i9vadore.com.br

Seguir por E-mail:

Todas as imagens utilizadas nos artigos foram extraídas do Google Imagens