quarta-feira, 29 de agosto de 2018

The Paperboy – Obsessão: a idealização romântica

Artigo escrito pela Psicóloga Fernanda Guimarães e pelo Especialista em Sociologia e Educação Roberto Guimarães.


AVISO: o texto abaixo contém SPOILERS.

O filme Obsessão é centrado na história de uma mulher que, juntamente com dois jornalistas, tenta provar a inocência de um indivíduo condenado por quem ela se apaixonou através de comunicações por cartas. Um dos jornalistas possui família no lugar onde montaram seu escritório provisório e seu irmão mais novo, um entregador de jornais que trabalha com o pai, passa a participar da investigação.
Ao se deparar com a mulher protagonizada por Nicole Kidman, o jovem se apaixona imediatamente. Chega a confidenciar à futura esposa do condenado seu desejo de passar a vida ao seu lado. Porém, a protagonista não cede aos apelos do jovem e vai morar com o ex-prisioneiro após a revogação de sua pena. O curioso é que o garoto pouco conhece da mulher, assim com esta sequer havia encontrado pessoalmente o seu cônjuge.
As tragédias que decorrem daí e que causam imenso sofrimento ou morte aos personagens principais são representativas dos problemas da idealização que possibilita o arrebatamento romântico a que denominamos paixão. É muito comum, principalmente entre os jovens que estão iniciando sua vida amorosa, o forte e súbito impulso de aproximação a outro indivíduo por quem se sentem atraídos. Tal impulso leva muitos desavisados a criar e a alimentar ilusões em relação à personalidade da pessoa desejada. Facilmente esta é vista como alguém perfeito e sem a qual a vida se torna incompleta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Filmes e Séries: www.i9vadore.com.br

Seguir por E-mail:

Todas as imagens utilizadas nos artigos foram extraídas do Google Imagens